Energética Serranópolis

PRODUTOS

Conheça todos os nossos produtos

energeticaserranopolis

Açúcar Cristal

O Açúcar Cristal fabricado na Energética Serranópolis é um adoçante natural constituído de carboidratos na forma de cristais de sacarose; Apresenta-se na forma de cristais brancos ou levemente amarelados. O açúcar é produzido a partir do caldo da cana-de-açúcar, livre de fermentação, isenta de matéria terrosa, de parasitas e detritos animais ou vegetais.

No processo de obtenção do açúcar, o caldo de cana passa por várias etapas de cristalização e logo no início é que se obtém o açúcar mascavo. Após várias etapas de cristalizações e purificações, chega-se ao açúcar cristal.

energeticaserranopolis

Álcool Anidro

Produto obtido através da destilação do caldo da cana, ou do mel, onde toda sua água é retirada através de um processo de desidratação. É o único combustível renovável utilizado em escala mundial. Geralmente é misturado à gasolina. A porcentagem da mistura varia de país para país. Com as freqüentes altas do petróleo e a conscientização ecológica, está cada vez mais sendo procurado a nível mundial.

energeticaserranopolis

Álcool Hidratado

É obtido através do mesmo processo do anidro, porém não passa pelo processo de desidratação e mantém um pouco de água. Também é utilizado como combustível, no entanto, é usado puro e não misturado à gasolina. Com o advento do carro bi-combustível ele vem sendo muito procurado. Também é utilizado na indústria petroquímica, química e farmacêutica.

energeticaserranopolis

Bagaço da cana-de-açúcar

Resíduo fibroso resultante da moagem da cana-de-açúcar. É utilizado como combustível nas caldeiras para geração de energia elétrica e calor. Pode ser utilizado na fabricação de papéis e como ração animal se for hidrolizado.

energeticaserranopolis

Cogeração de Energia Elétrica

As necessidades energéticas de uma destilaria autônoma, relacionadas às demandas de calor, eletricidade e energia mecânica, são atendidas pela planta de cogeração que consome a biomassa residual gerada no processo. O bagaço de cana, atualmente empregado como combustível em todas as usinas de cana-de-açúcar existentes no país, é consumido em sistemas a vapor que, ao operarem com maior eficiência, propiciam a redução do consumo de combustível e/ou aumento da geração de excedentes de eletricidade.